Arquivo para categoria Todos os Posts

Conheça o Windows 8 Mais bonito, mais flexível, mais você. E muito mais rápido.


Blogdivulga

Anúncios

, , , ,

Deixe um comentário

Windows 8


Blog_capa


quero_comprar

A área de trabalho

A área de trabalho que você já conhece, junto com a barra de tarefas, as pastas e os ícones, não só ainda existe, mas está melhor do que antes, com uma nova barra de tarefas e controle de arquivos simplificados.

Segurança

Mantenha-se mais protegido e atualizado automaticamente com o Windows Defender, Windows Firewall e Windows Update.

Velocidade

O Windows 8 permite que você alterne entre aplicativos com mais agilidade e economize energia de forma mais eficiente do que o Windows 7.

A tela inicial

Tudo o que é mais importante para você na nova tela inicial. Os blocos na tela inicial estão integrados aos seus contatos, aplicativos, pastas, fotos ou sites e são atualizados com as informações mais recentes. Dessa forma, você fica por dentro de tudo apenas com um olhar.

Mouse, teclado e tela sensível ao toque

O Windows 8 é perfeito para computadores que usam apenas mouse e teclado, para os que têm telas sensíveis ao toque ou para aqueles que funcionam de ambas as maneiras. Seja qual for o tipo de computador que tenha, você descobrirá maneiras rápidas e fluidas de alternar entre aplicativos, mover itens e passar de um lugar para outro.

Aplicativos da Windows Store

O Windows 8 vem com uma nova loja de aplicativos, a Windows Store. Abra a Windows Store diretamente da tela inicial para procurar e baixar aplicativos de culinária, fotos, esportes, notícias e vários outros. Muitos deles são grátis.

Seu Windows, em qualquer lugar

Entre com sua conta da Microsoft em qualquer computador com o Windows 8 e você verá imediatamente sua própria tela de fundo, além das preferências de exibição e configurações.

Wallpapers Windows 8

Galeria de Fotos

quero_comprar

, , ,

Deixe um comentário

Project 2010 Professional x Project 2010 Standard


Recursos do Microsoft Project 2010 Standard

Familiar e intuitivo

O Friso faz encontrar e usar suas ferramentas favoritas simples com novos menus gráficos e uma experiência familiar para ajudá-lo facilmente criar e gerenciar projetos. As dicas e orientações contextuais fornecer informações e atalhos para que você possa realizar mais em menos tempo. No novo Microsoft ® Office Backstage View ™, basta guardar, compartilhar, imprimir ou publicar seus projetos a partir de um único local.

 Poupe tempo e esforço

Poupe tempo e esforço com as funções essenciais, como familiar e quebra automática de texto, filtragem, auto-completar, rolagem e zoom, e muito mais. Inserir colunas em novos tipos de voar de dados são facilmente identificados, de modo que você pode rapidamente e eficazmente organizar e analisar os detalhes. Rapidamente partes detalhes da programação através do reforço de copiar e colar, e manter a formatação chave entre o Project 2010 e outros aplicativos do Microsoft Office.

Flexível e poderoso

Agendamento controlado pelo usuário coloca você no controle e reúne a flexibilidade e facilidade de uso de uma ferramenta como o Microsoft Excel ® 2010 e o poder do mecanismo de agendamento Project 2010. Crie horários de projeto no nível de detalhe que é direito para seu projeto. Trabalhar com um resumo dos dados inicialmente ou mudar para uma abordagem mais detalhada quando é conveniente. Coloque notas como lembretes de programação onde a informação adicional é necessária, ou simplesmente adicionar informações como torna disponível.

 Mais fácil de ver e compartilhar

Com uma visão completamente nova timeline e visualmente melhor, você terá uma visão mais clara das tarefas, etapas e fases. Recém-expandido paletas de cores e efeitos de texto ajudá-lo a cada cronograma e plano de olhar seu melhor e ajudá-lo rapidamente para ver e compartilhar as datas importantes e os resultados.

 Controle e entrega

Comparar rapidamente orçamento versus valores reais versus previsto para medir o progresso de uma iniciativa com a flexibilidade de configuração de múltiplas linhas de base. Criar um alto nível de tempo progressivamente os orçamentos com as categorias definidas pelo usuário para os custos e trabalho. orçamentos Validar contra estimativas de baixo para cima compilado usando de trabalho, material e recursos de custo. Controle de custos do projeto, comparando os orçamentos para as tarefas concluídas e totais previstos. Use built-in ganhou valor métricas de análise preditiva e gerenciamento de desempenho integrado.

 Melhorar o desempenho

Use as opções de 64 bits do Project 2010 para melhorar o desempenho e apoiar projectos e programas muito grandes. Project Standard 2010 eo Project Professional 2010 são oferecidas em 32-bit e opções de 64 bits para suportar uma grande variedade de tipos de projeto e tamanhos. opções de 64 bits aproveitar a memória expandida e otimizada dos recursos os mais recentes processadores e das versões de 64 bits do Windows 7 e Windows Vista. 64-bit Project Professional 2010 também oferece melhor desempenho e alças extremamente grandes arquivos de projeto com facilidade quando conectado ao Project Server 2010

Recursos do Microsoft Project 2010 Professional

Além de todas as funcionalidades do Standard, tem também:

Num piscar de olhos

(Equipe Planner)

Veja a combinação certa de pessoas e recursos: basta arrastar as tarefas de forma eficaz plano de trabalho para toda a sua equipe e projeto. A nova equipa vista Planner no Project Professional 2010 revela recursos e trabalho ao longo do tempo, para ajudá-lo a identificar problemas e resolver problemas. Novo projeto em 2010, o Inspector-Tarefa oferece uma análise adicional e orientação intuitiva para resolver conflitos de agendamento de derivados de atributos uma tarefa e recursos atribuídos, o que você pode optar por agir de acordo ou não.

 Avaliar as possibilidades
(Inativo tarefas)

Muitas vezes você vai precisar para avaliar cenários e considerar opções no planejamento de novos projetos ou acompanhamento dos trabalhos em curso. Usando as tarefas inativas, novo no Project Professional 2010, você pode experimentar facilmente com o plano do projeto e executar o teste de hipóteses. A alternância simples remove ou insere uma ou mais tarefas, juntamente com o seu efeito sobre o cronograma do projeto. Project 2010 também oferece mais ferramentas internas para ajudar a sustentar-se que a análise e comparação de cenários, incluindo o nível de múltiplos desfazer e mudar os destaques.

Colaborar com os outros

(Task Status Updates)

Conecte suas equipes por sincronização com o Microsoft SharePoint ® Foundation 2010. Usando o Project Professional 2010, você pode sincronizar Fundação SharePoint 2010 e Project 2010 Professional projeto atualiza status da tarefa para você e sua equipe. Você também pode salvar seu projeto arquivos para sites SharePoint 2010 Foundation da equipe para se comunicar e colaborar em planos de progresso.

Capacidades de crescer

Perceba o poder unificado do projeto e gestão de carteiras através da combinação Project Professional 2010 com o Microsoft Project Server 2010. Juntos, Project Professional 2010 eo Project Server 2010 cria o Microsoft Enterprise Project Management (EPM) Solution e fornecer recursos de ponta a ponta para ajudar as organizações a priorizar os investimentos e otimizar os recursos, controle de ganho de todos os tipos de trabalho, e visualizar o desempenho usando dashboards poderoso.

Deixe um comentário

Windows Azure


O Windows Azure™ é um sistema operacional baseado na nuvem que atua como o ambiente de desenvolvimento, hospedagem de serviços e gerenciamento para a plataforma Windows Azure. Ele fornece aos desenvolvedores computação sob demanda e armazenamento para hospedar, escalar e gerenciar aplicações Web na Internet, nos datacenters da Microsoft.

Deixe um comentário

SAM – Software Asset Management


Um dos maiores desafios encontrado nas empresas hoje em dia é o de como administrar seus investimentos com tecnologia. Na área de Tecnologia da Informação (TI), boa parte das principais fontes de despesas é oriunda da aquisição de licenças de softwares. E uma gestão eficaz dos ativos relacionados a esses softwares pode reduzir ou, pelo menos, otimizar de maneira significativa os gastos. É nesse contexto que as empresas estão buscando ficar mais atentas hoje a processos e soluções que contribuam para um melhor controle sobre ativos nessa área. Esses processos, comumente chamados no mercado de “Software Asset Management” e reconhecidos simplesmente pela sigla SAM, preveem o gerenciamento, o controle e a proteção efetiva dos ativos de software de uma organização, em todos os estágios de seus ciclos de vida. A abordagem SAM já vinha sendo utilizada de maneira intensa por empresas de economias maduras, como Estados Unidos e Europa, e começa hoje a apresentar rápida adesão em mercados emergentes. Os objetivos desses processos de gestão são reduzir os custos de TI e limitar os riscos operacionais, financeiros e legais relacionados com a posse e o uso de ativos de software. A implementação de um projeto do gênero requer uma mudança de cultura na empresa. “O SAM ajuda as organizações a compreenderem todo o seu cenário de softwares – licenciados, implantados e em uso. Além disso, ele capacita a entender melhor o grau hierárquico de produtos de software a partir de uma perspectiva de gestão de fornecedores”

Uma iniciativa de SAM pode levar a empresa também a diminuir sua exposição ao uso de softwares ilegais e, de modo geral, proporcionar um retorno relevante sobre os ativos, além do aumento natural, o SAM é um processo contínuo e que, portanto, é necessário que as empresas mantenham seus planos de gerenciamento de softwares atualizados, por meio de frequentes verificações por amostragem, inventários programados regularmente e treinamento contínuo dos funcionários. “O SAM também ajuda organizações a captar precisamente os custos e benefícios associados com projetos de TI, o que permite uma vantagem competitiva. Entre as possíveis despesas desnecessárias com software está a falta de controle sobre o número de licenças em uso, o que, em alguns casos, resulta em uma nova contratação injustificável. Outro caso de despesa desnecessária com software é o fato de uma organização estar fazendo uso de licenças fraudulentas, sem conhecimento da alta diretoria. “A não implantação de SAM expõe asempresas a investimentos desnecessários e a riscos de irregularidades de uso das licenças”, observa Mendes, da Autodesk Brasil. Essa questão de uso irregular passou, inclusive, a se tornar um grande risco às empresas, principalmente à medida que os fornecedores de software começaram a intensificar a realização de auditorias em seus clientes para verificar se o número de licenças usadas está de acordo com o contratado. Somente em 2010, segundo pesquisa da Gartner, 61% das empresas relataram que foram alvo de auditoria de software de ao menos um de seus fornecedores. Empresas que possuem um processo SAM em curso tendem a saber a quantidade instalada dos mais variados softwares em uso na empresa e o total de licenças adquiridas, fato que minimiza a possibilidade de que sejam encontradas cópias ilegais e, consequentemente, evitando eventuais multas e penalizações por descumprimento ao End User License Agreement (EULA) no caso de auditorias. Gerenciar de forma eficiente o aparato de softwares da empresa também proporciona que organizações evitem questões jurídicas envolvendo o uso inadequado de produtos, como quebra de propriedade intelectual e direitos autorais. Uma das possíveis maneiras de violar os termos de uso de softwares determinados pelos fornecedores é por meio da virtualização. De acordo com Buchanan, quando uma empresa virtualiza um desktop e roda um software nele, permite o seu acesso a diversas máquinas diferentes. “Mas muitos softwares exigem que seja adquirida uma licença para cada máquina que tenha acesso a eles”, explica. O tempo necessário para a implantação de projetos de SAM varia de acordo com o tamanho da empresa, quantas localidades ela quer incluir no processo e como está a sua infraestrutura de TI. Porém, de acordo com Renata, da Microsoft, o retorno sobre o investimento em projetos desse tipo é praticamente imediato, ao passo que ele resulta em uma análise da maturidade do ambiente e dos processos de compras e indica as melhorias necessárias.

Fonte: Mundo Corporativo – Janeiro à Março 2012.

Deixe um comentário

Mensagem da Microsoft levanta ainda mais dúvidas sobre tablets com Windows 8


Escondido em um post do MSDN, técnico revela que tablets com CPUs SoC terão componente de gerenciamento de energia para aplicativos de desktop.

Já são muitas as discussões sobre a presença do modo desktop na versão para a arquitetura ARM do Windows 8. Até agora, ainda não há uma confirmação oficial dizendo que você vai poder usar seu tablet ARM da mesma forma que já está acostumado a usar o Windows em seu PC, mas um post bem escondido no blog de desenvolvimento da Microsoft pode acabar com a divergência.

As informações foram publicadas por Steven Sinofsky no MSDN, explicando algumas melhorias aplicadas ao Windows 8 para aumentar a eficiência do consumo de energia. Entre os detalhes técnicos, Steven explica que um novo componente chamado de “Desktop Activity Moderator” foi desenvolvido especialmente para aplicativos de desktop rodando em tablets com CPUs da arquitetura SoC.

Este sistema faz com que os aplicativos interpretem o estado de standby dos portáteis como se fosse o modo suspenso do Windows 7, ajudando a poupar a bateria dos tablets. O técnico também revela que até o novo chip Medfield da Intel, que usa a arquitetura System on a Chip,  será compatível com a melhoria.

Ainda não está claro se os chips SoC aos quais o engenheiro se refere inclui aqueles com a arquitetura ARM. Mesmo assim, o post traz um raio de esperança para aqueles que gostariam de usar seus tablets sem a nova interface Metro do Windows 8.

,

Deixe um comentário

Apple foi a fabricante que mais vendeu smartphones em 2011, segundo IDC A empresa comercializou 37 milhões de unidades no quarto trimestre do ano passado, ultrapassando Samsung, Nokia, RIM e HTC


A IDC, empresa de pesquisas de mercado, acaba de divulgar um relatório com os resultados do quarto trimestre das cinco principais fabricantes de smartphones do mundo. Segundo o estudo, a Apple liderou a lista com 37 milhões de unidades entregues no período e 23,5% da fatia do mercado.

Já a Samsung ficou com o segundo lugar do ranking, entregando cerca de 36 milhões de unidades de smartphones e faturando 22,8% da fatia de mercado. Porém, se levarmos em conta as vendas anuais, a fabricante liderou o mercado de vendas. Durante os quatro trimestres de 2011 foram 94 milhões de aparelhos comercializados contra 93,2 milhões da Apple.

A Nokia, por sua vez, ficou com a terceira posição com 12,4% de fatia do mercado e 19,6 milhões de unidades entregues no período em questão. A RIM e HTC permaneceram com o quarto e quinto lugares, respectivamente. A fabircante do Blackberry possui 8,2% do mercado de smartphones e a HTC, 6,5%. No caso da RIM, 13 milhões de unidades foram vendidas contra 10,2 milhões da HTC.

No total, todas as empresas entregaram juntas 157,8 milhões de smartphones, um crescimento de 54,7% no mercado em comparação com o mesmo período de 2010, período em que foram vendidos cerca de 102 milhões dedispositivos.

, , , , ,

Deixe um comentário

Conheça o OpenKinect, o Kinect para todos


Hackers criam inúmeras possibilidades para o dispositivo da Microsoft através de um software livre. Saiba mais sobre essa tecnologia

Você que gosta de videogames, certamente já deve ter se aventurado a brincar um pouco no Microsoft Kinect, pensado, inicialmente, para proporcionar diversão e uma experiência única ao usuário. Afinal, quando podíamos imaginar usar o nosso próprio corpo para controlar os personagens dos games?

Pensando no futuro do dispositivo, vários hackers e desenvolvedores têm criado soluções bastante criativas e úteis para o aparelho interativo. Essa iniciativa ganhou o nome de OpenKinect, que, como o próprio nome já diz (“Kinect Aberto”, na tradução livre), é, basicamente, um módulo para que você consiga acessar as configurações do console.

Mais que isso, é um grupo de pessoas interessadas em utilizar o dispositivo da Microsoft em computadores e outros periféricos, criando, assim, produtos embarcados com software livre. Dessa forma, o aparelho pode ser utilizado em diferentes plataformas e sistemas operacionais, incluindo Windows, GNU/Linux e Mac OS X. Hoje, essa comunidade já conta com mais de 2 mil membros.

O projeto surgiu com o objetivo de integrar o Kinect aos computadores, desenvolvendo os já conhecidos frameworks – conjunto de códigos comuns que promove uma funcionalidade genérica, ou seja, que serve para todos. A partir daí, o foco principal é o software libfreenect, um driver que inclui todo o código necessário para ativar, inicializar e fazer a comunicação de dados com o hardware Microsoft Kinect através de imagens de profundidade e RGB, acelerômetro, áudio e outras linguagens.

A princípio, isso tudo pode parecer um bicho de sete cabeças. E de fato é mesmo! Gustavo Jordan, pesquisador e engenheiro de Software na Corollarium Technologies, afirmou, na palestra que ministrou na Campus Party, que, para começar a criar os próprios frameworks, é necessário já ter um certo conhecimento nessa área. Ou seja, não é qualquer pessoa que vai conseguir usar a máquina, pois é necessário um aprendizado técnico acerca do produto.

Agora você deve se perguntar: mas invadir um aparelho não é considerado ilegal? A princípio sim, já que a Microsoft ainda não permite o uso do Kinect para fins comerciais. Mas hoje, existe uma companhia que certifica e promove a compatibilidade da interação natural (NI, na sigla em inglês) para dispositivos e aplicações. Inclusive, criou um framework de código aberto, o Open NI, que tem as mesmas funcionalidades do OpenKinect.

A própria Microsoft reconheceu que o uso do software livre é essencial para o desenvolvimento de plataformas como o OpenKinect. É aí que muita gente aponta o verdadeiro motivo para o lançamento do Kinect para PC, que seria uma alternativa da empresa americana para evitar a criação e a cópia não-autorizada de programas não patenteados por ela ou outras instituições.

A versão para computadores adiciona recursos de detecção de movimentos e características específicas dos PCs, além da câmera ter sido adaptada para rastrear objetos que estejam a cerca de 40cm de distância.

Fonte: Olhar Digital

, ,

Deixe um comentário

Diga adeus ao botão Iniciar do Windows


Tela da última build do sistema mostra a ausência do botão que marcou época no sistema.

O “Menu Iniciar”, um dos maiores símbolos do Windows, parece estar a ponto de ser aposentado. A página Neowin.net teve acesso a algumas telas do novo build do sistema, o 8220, que curiosamente mostra o sumiço do botão.

Contudo, aparentemente a função do botão ainda existe. Ao invés da órbita com o símbolo do Windows, como aparece no 7, agora o menu poderá ser acessado ao levar o mouse até o canto da tela, ou com algum gesto determinado, caso o sistema esteja rodando em um tablet.

Dessa forma, o uso da barra de inicialização rápida parece que vai ser tornar ainda mais imprescindível se você quiser ter acesso fácil aos seus principais aplicativos.

,

Deixe um comentário

Windows Phone 8 terá suporte multi-core e integração com Windows 8


Próxima geração do sistema operacional deve garantir ainda mais benefícios para os fãs da Microsoft.


Novos detalhes sobre a próxima geração do sistema operacional portátil da Microsoft estão sendo revelados aos poucos. Segundo o ArsTechnica, fontes ligadas a desenvolvedores do Windows Phone 8 afirmam que modificações nos requisitos de hardware estarão presentes para garantir excelente desempenho para os consumidores, além de total integração entre os portáteis e o Windows 8 para desktop.

Com a mesma base dos sistemas operacionais (Kernel), Windows Phone 8 e Windows 8 vão poder integrar não apenas os dados, mas também os aplicativos que estiverem rodando nos aparelhos. A compatibilidade dos smartphones também deve ser estendida a todos os programas existentes para as versões anteriores do sistema operacional.

Entre as principais alterações de hardware, estão o suporte para novas resoluções de tela, inserção de slots para cartões SD e a presença de recursos para tecnologia NFC (Near Field Communication).

Outra novidade está na alteração do código-fonte, que vai ampliar o suporte a vários núcleos de processamento. Com isso, chips dual-core, quad-core e superiores também vão poder integrar os smartphones das empresas que optarem por produzir aparelhos compatíveis com o sistema.

,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: