Conheça o OpenKinect, o Kinect para todos


Hackers criam inúmeras possibilidades para o dispositivo da Microsoft através de um software livre. Saiba mais sobre essa tecnologia

Você que gosta de videogames, certamente já deve ter se aventurado a brincar um pouco no Microsoft Kinect, pensado, inicialmente, para proporcionar diversão e uma experiência única ao usuário. Afinal, quando podíamos imaginar usar o nosso próprio corpo para controlar os personagens dos games?

Pensando no futuro do dispositivo, vários hackers e desenvolvedores têm criado soluções bastante criativas e úteis para o aparelho interativo. Essa iniciativa ganhou o nome de OpenKinect, que, como o próprio nome já diz (“Kinect Aberto”, na tradução livre), é, basicamente, um módulo para que você consiga acessar as configurações do console.

Mais que isso, é um grupo de pessoas interessadas em utilizar o dispositivo da Microsoft em computadores e outros periféricos, criando, assim, produtos embarcados com software livre. Dessa forma, o aparelho pode ser utilizado em diferentes plataformas e sistemas operacionais, incluindo Windows, GNU/Linux e Mac OS X. Hoje, essa comunidade já conta com mais de 2 mil membros.

O projeto surgiu com o objetivo de integrar o Kinect aos computadores, desenvolvendo os já conhecidos frameworks – conjunto de códigos comuns que promove uma funcionalidade genérica, ou seja, que serve para todos. A partir daí, o foco principal é o software libfreenect, um driver que inclui todo o código necessário para ativar, inicializar e fazer a comunicação de dados com o hardware Microsoft Kinect através de imagens de profundidade e RGB, acelerômetro, áudio e outras linguagens.

A princípio, isso tudo pode parecer um bicho de sete cabeças. E de fato é mesmo! Gustavo Jordan, pesquisador e engenheiro de Software na Corollarium Technologies, afirmou, na palestra que ministrou na Campus Party, que, para começar a criar os próprios frameworks, é necessário já ter um certo conhecimento nessa área. Ou seja, não é qualquer pessoa que vai conseguir usar a máquina, pois é necessário um aprendizado técnico acerca do produto.

Agora você deve se perguntar: mas invadir um aparelho não é considerado ilegal? A princípio sim, já que a Microsoft ainda não permite o uso do Kinect para fins comerciais. Mas hoje, existe uma companhia que certifica e promove a compatibilidade da interação natural (NI, na sigla em inglês) para dispositivos e aplicações. Inclusive, criou um framework de código aberto, o Open NI, que tem as mesmas funcionalidades do OpenKinect.

A própria Microsoft reconheceu que o uso do software livre é essencial para o desenvolvimento de plataformas como o OpenKinect. É aí que muita gente aponta o verdadeiro motivo para o lançamento do Kinect para PC, que seria uma alternativa da empresa americana para evitar a criação e a cópia não-autorizada de programas não patenteados por ela ou outras instituições.

A versão para computadores adiciona recursos de detecção de movimentos e características específicas dos PCs, além da câmera ter sido adaptada para rastrear objetos que estejam a cerca de 40cm de distância.

Fonte: Olhar Digital

Anúncios

, ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: